Mato Grosso do Sul, Quinta-feira 23 de novembro de 2017

Clubes da Série A e TV se reúnem pela transmissão do Estadual 2018

Encontro aconteceu na sede da emissoram em Campo Grande e teve a preocupação com estádios

Gazeta MS Por Rogério Vidmantas - 09/11/2017 10h40

Diretor-Executivo Nicomedes Silva Filho tratou das condições técnicas para transmissão nos estádios (foto: Divulgação) Diretor-Executivo Nicomedes Silva Filho tratou das condições técnicas para transmissão nos estádios (foto: Divulgação)

Representantes de clubes que vão disputar o Campeonato Estadual, da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) e da TV Morena, que detém os direitos de transmissão, se reuniram nesta semana para as primeiras tratativas relacionadas à competição que começa em janeiro.

O encontro foi na sede da emissora e, além do diretor-executivo da TV, Nicomedes Silva Filho, e do presidente da Federação, Francisco Cezário, participaram os presidentes do Comercial, Walter Manginni, do Operário, Estevão Petrallas, do União/ABC, Fábio Manso e o gestor do Sete de Dourados, Tony Montalvão, único clube do interior na reunião.

Além das condições técnicas de transmissão nos estádios que serão utilizados durante o campeonato, Nicomedes mostrou preocupação em relação ao Estádio Morenão, em Campo Grande. Os laudos que liberaram o estádios para os jogos deste ano precisam ser renovados e, por enquanto, há apenas a promessa do Governo do Estado, através da Fundesporte, que a reforma será finalizada em parceria com a UFMS e contará com a participação da Federação nas adequações necessárias para prática do futebol profissional.

Para o diretor, transmissões no Estádio das Moreninhas, alternativa para os clubes da Capital, não são feitas da maneira ideal. "Precisamos levar as melhores imagens ao público sul-mato-grossense e isso só é possível no Estádio Morenão", disse.

A afirmação ganha eco nas palavras do presidente do Operário que considera o Morenão o local ideal para as partidas do clube. "Futebol do MS precisa do Estádio Morenão para continuar sua evolução. Nós do Operário iremos sempre defender nossos jogos neste estádio, afinal nossa história está contada neste lugar", afirmou Petrallás.

No próximo dia 14, Federação e clubes voltam a se encontrar no Conselho Arbitral, que vai discutir regulamento, tabela e estádios para o próximo Campeonato Estadual e a expectativa é de que até lá o plano para liberação do Morenão para mais uma temporada esteja pronto para ser coloca em execução.



Envie seu Comentário