Mato Grosso do Sul, Sábado 19 de janeiro de 2019
 
 

Campeão Corumbaense domina Seleção do Estadual Gazeta MS 2017

Novo, Sete, Operário e União/ABC também tiveram representantes do time ideal do Campeonato Estadual

Gazeta MS Por Rogério Vidmantas - 10/05/2017 11h02

Arte: Clezer Gomes/Plantão do MS Arte: Clezer Gomes/Plantão do MS

O Campeonato Estadual 2017 terminou no último domingo e, como acontece desde 2013, a Gazeta MS divulga arelação dos melhores jogadores da competição. Neste ano, o Corumbaense, apontado como favorito desde o início, ao lado do Operário, confirmou as previsões e levantou a taça batendo na final o Novo, surpresa na decisão.

A escolha dos melhores jogadores em cada posição foi feita pela equipe Gazeta MS que acompanhou todos os jogos da competição, com a intenção de destacar os jogadores que defenderam as equipes, alguns pela primeira vez jogando no futebol Sul-Mato-Grossense e outros que já figuraram na lista em anos anteriores.

Campeão após 33 anos, o Corumbaense domina a lista com cinco indicações, entre eles, com a presença de Juninho, melhor do campeonato. Nas outras posições prevalesceu o equilíbrio. O Operário encaixou dois jogadores, Novo, Águia Negra e Sete de Dourados, um cada. O melhor treinador, pelo que conseguiu, mesmo com elenco limitado e problemas durante a competição, vai para o estreante Bazílio Amaral, vice-campeão com o time campo-grandense.

Confira a lista:

Diego foi o Diego foi o "Paredão" do Campeonato (Foto: Franz Mendes)

Diego Figurar em listas de melhores do campeonato não é novidade para o goleiro do Corumbaense, mas como campeão estadual, sim. O título, aliás, foi o que pesou na briga direta com Bernardo, vice campeão com o Novo, outro que fez um excelente campeonato. Diego fez história pelo Itaporã, defendeu o Sete e, nesta segunda temporada pelo Carijó, reinou absoluto.

Robinho Um dos principais jogadore do Corumbaense na conquista do Estadual, o lateral direito foi sempre opção pelo seu lado, tanto que, mesmo nos piores jogos, era poupado pelo torcedor. Cumpriu bem seu papel de marcador e usou a já conhecida velocidade com maestria.

Rafael O zagueiro já havia disputado um excelente campeonato pelo Comercial no ano passado e repetiu o desempenho no Carijó, agora com o título. Seguro nas bolas aéreas e no desarme, foi um dos pilares do sistema defensivo.

Ramon Baiano ganhou a confiança do torcedor do Sete (Foto: Noé Faria) Ramon Baiano ganhou a confiança do torcedor do Sete (Foto: Noé Faria)

Ramon Baiano Melhor jogador do Sete no campeonato, o zagueiro não deu folga para os atacantes adversários que raramente levavam vantagem no combate direto. Além disso, tem qualidade para sair jogando e armar jogadas de ataque, como no gol de Thiago Mattos contra o Comercial no Morenão, vitória que valeu vaga na semifinal.

Salomão O lateral esquerdo do Águia Negra foi o mais regular do campeonato na posição. Sempre fez bons jogos e chamava a responsabilidade para sí, como acontece na partida decisiva contra o Novo, cobrando o pênalti que deu a vitória ao clube de Rio Brilhante quase no fim do jogo, mas a vaga na semifinal não veio. Sua qualidade chamou a atenção do Comercial que o levou para disputa do Campeonato Brasileiro.

Cleber O capitão do Corumbaense foi o homem de confiança de Nei César e seguiu na gestão Douglas Ricardo. Sempre sério, caiu nas graças do torcedor por cumprir bem a função de proteger a defesa e dar consistência ao meio campo.

Andrinho O volante e meia do Novo disputa Estaduais desde sempre. Já defendeu vários clubes no Estado e neste ano foi de importância impar na inédita campanha do Novo. Na reta final, então, foi maestro pelo meio de um time que era cotado para cair, mas deixou vários favoritos pelo caminho.

Juninho comandou o Corumbaense na conquista do segundo título estadual (Foto: Diário Corumbaense) Juninho comandou o Corumbaense na conquista do segundo título estadual (Foto: Diário Corumbaense)

Juninho O meia campeão marcou o primeiro gol do time no Estadual e só não marcou o último porque o adversário marcou contra. Decisivo em partidas chaves como as voltas contra União/ABC e Operário e nos jogos finis contra o Novo, o meia é citado também como o melhor jogador do Campeonato Estadual 2017.

Igor Vilela O jogador do Operário pode até não ter tido o mesmo desempenho de 2016 quando defendeu o Ivinhema e foi, para muitos, o melhor jogador do campeonato, mas teve importância na campanha do Operário que, só não chegou á final por ter cruzado com o Corumbaense na semi. Certamente foi o jogador mais efetivo do Galo.

Wilson Outro jogador do Operário que justificou a contratação. Marcou muitos gols e teve atuações sempre elogiadas. Não foi bem nos jogos contra o Corumbaense, é verdade, mas no geral fez um campeonato que justifica a indicação.

Marcelo Artilheiro do Estadual com 11 gols, o atacante do União/ABC foi umas das sensações da competição. Apontado por muitos como revelação, pode aparecer em equipes que disputam a Série D do Campeonato Brasileiro.

Bazílio Amaral O técnico do Novo chegou ao clube de Campo Grande sob o olhar de desconfiança de torcedores e imprensa. Aos poucos conseguiu ajustar um time despedaçado e que era apontado como candidato certo ao rebaixamento, superando até problemas extra-campo, como os salários atrasados. Deixou a lanterna, venceu adversários tradicionais como o Comercial, segurou o favorito Operário e conseguiu se classificar. Entrou como zebra contra Águia Negra e Sete de Dourados, deixando os dois pelo caminho. Não veio o título, mas fez dois jogos equilibrados contra o Coorumbaense, tecnicamente superior. Por tudo isso, merece o posto.

Bazílio Amaral superou problemas para montar um time, considerado limitado no início, em vencedor (Foto: Noé Faria)

Envie seu Comentário