Mato Grosso do Sul, Sábado 19 de janeiro de 2019
 
 

Ivinhema segue Ubiratan e também desiste da Série B Estadual

Azulão alega não ter estádio para mandar seus jogos, mesmo motivo apontado pelo Leão da Fronteira

Gazeta MS Por Rogério Vidmantas - 31/10/2018 08h09

Ivinhema foi rebaixado em 2017 e agora tentaria retorno à Série A (Foto: IviNotícias/Arquivo) Ivinhema foi rebaixado em 2017 e agora tentaria retorno à Série A (Foto: IviNotícias/Arquivo)

Cinco times vão disputar a Série B do Campeonato Estadual que começa neste fim de semana. Nesta terça-feira (30), a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) confirmou oficialmente as desistências de Ubiratan e Ivinhema, que, inclusive, se enfrentariam na primeira rodada. Ambos podem sofrer pena de dois anos afastados do futebol profissional encaminhadas pela entidade para o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-MS) analisar.

O Ubiratan já havia comunicado a sua saída na semana passada e o Ivinhema, agora, alega o mesmo motivo: não ter estádio para mandar seus jogos. Em documento assinado pelo presidente Adnilson Pinheiro aponta que, sem o Estádio Saraivão, que segue interditado, a participação se tornou inviável. "Infelizmente não tivemos o apoio do poder público e de alguns patrocinadores que tínhamos outros anos e agora outro agravante que é ter que disputar os jogos em Maracaju ou Campo Grande com o Saraivão interditado", explicou o dirigente em vídeo postado no site IviNotícias.

Sem esses, a Série B será disputada pelos cinco restantes. A primeira rodada marca, neste sábado (3/11) duas partidas às 15h. No Estádio Noroeste, o Aquidauanense recebe a AA Moreninhas e no Estádio André Borges se enfrentam Coxim e Maracaju. A Serc folga na rodada. O time de Chapadão do Sul vai mandar seus jogos no Estádio Laertão, em Costa Rica, que foi liberado pelo MPE até o fim de 2019.

De acordo com o regulamento, os cinco clubes se enfrentam em turno único – quatro jogos cada – e os dois melhores conquistam o acesso à primeira divisão em 2019.

Envie seu Comentário