Mato Grosso do Sul, Domingo 17 de junho de 2018
 
 

Caso "Costa Rica" prejudica venda, mas Sete mantém otimismo de bom público

Ingressos foram colocados nos pontos de venda na segunda-feira para o jogo no Douradão

Gazeta MS Por Renato Giansante - 13/03/2018 09h37

Vantagem no confronto e campanha invicta fazem diretoria acreditar em bom público na quinta-feira (foto: Noé Faria) Vantagem no confronto e campanha invicta fazem diretoria acreditar em bom público na quinta-feira (foto: Noé Faria)

Em meio a decisão para se definir o semifinalista do Estadual 2018, a procura de ingressos para o jogo da volta na quinta-feira entre Sete de Dourados e Costa Rica, às 20h10, no Douradão está sendo baixa. Isso porque o caso "Paulinho" que seria julgado na segunda-feira e foi adiado para esta terça-feira pode até causar a eliminação do Costa Rica do campeonato que faz os torcedores aguardarem para a compra antecipada.

De acordo com a diretoria do Sete, o time teve média de torcedores na fase mata-mata de 3,5 mil em 2016 e 2,8 mil em 2017. Com a segunda melhor campanha nesta temporada e ainda invicta, a expectativa era de aumentar esse número, visto que o time é considerado um dos favoritos a ficar com o título.

Mesmo com o problema do adversário, o Sete mantém a rotina e se prepara para o jogo em que precisa apenas de um empate para avançar. Os ingressos são vendidos nas lojas Camisa 10 Esportes e Salim Esportes e no Quiosque do Sete no Shopping Avenida Center ao valor de R$ 10 na arquibancada e R$ 20 nas cadeiras.



Envie seu Comentário