Mato Grosso do Sul, Sexta-feira 18 de janeiro de 2019
 
 
  • Ficha técnica
  • História
  • Títulos

Nome: União Recreativo Social Olímpico
Alcunha: URSO, Tricolor do Conesul
Mascote: Urso
Fundação: 1 de janeiro de 1997
Estádio: Toca do Urso
Capacidade: 2.000
Localização: Mundo Novo, MS
Presidente: Caetano de Souza
Treinador: Irani de Almeida
Competição: Campeonato Sul-Mato-Grossense

Fonte: Wikipédia

União Recreativo Social Olímpico, ou apenas URSO, é um clube brasileiro de futebol com sede na cidade de Mundo Novo, no estado de Mato Grosso do Sul.

Fundado em 1 de janeiro de 1997, profissionalizou-se em 2000 para a disputa do Campeonato Sul-Mato-Grossense. A equipe era chamada anteriormente de Clube Atlético Mundo Novo. Entre 2001 e 2002, o clube formalizou uma parceria com a prefeitura de Iguatemi, sendo chamado neste período de Clube Atlético Iguatemi. Com o encerramento da parceria, voltou a Mundo Novo e voltou a usar o nome original.

Realiza as suas partidas no Estádio Municipal Cacildo Cândido Pereira, a "Toca do Urso", com capacidade para abrigar 2.000 espectadores.

No ano de 2010, o clube passou a chamar oficialmente União Recreativo Social Olímpico, sendo chamado simplesmente pela sigla "URSO", nome que extra-oficialmente usava desde 2004.

Publicações sobre o clube

Federação divulga arbitragem da primeira rodada do Estadual

Competição começa neste fim de semana com seis jogos, cinco deles em Campo Grande

Três estádio estão liberados para início do Campeonato Estadual

Federação espera ter a liberação do Morenão, Noroeste e Arthur Marinho nos próximos dias

Onze times definiram técnico e Novo é único orfão

Time campo-grandense promete divulgar planejamento e comissão técnica ainda nesta semana

Campeonato Estadual 2019 será último com 12 clubes

Acesso de Aquidauanense e Serc completou lista de participantes na competição que começa em janeiro

Pontos corridos cai e Estadual MS terá nova fórmula

Capeonato com turno e returno e pontos corridos chegou a ser anunciado, mas gastos derrubaram o formato

Arbitral opta por Estadual em pontos corridos, mas esbarra nos custos

Novo formato aumenta consideravelmente o número de jogos e os custos dos clubes para disputa

1