Mato Grosso do Sul, Quinta-feira 19 de julho de 2018

K9 comemora volta ao Londrina e ganha apoio de Ricardinho

Aos 29 anos, atacante douradense diz estar feliz pelo retorno, considera melhor fisicamente e espera render mais do que na primeira passagem

Globoesporte - 10/01/2018 14h09

Keirrison volta ao Londrina disposto a render mais do que em 2016 (Foto: Reprodução/RPC) Keirrison volta ao Londrina disposto a render mais do que em 2016 (Foto: Reprodução/RPC)

Feliz, melhor fisicamente e voltando para um time onde se sente bem, Keirrison comemorou o retorno ao Londrina. Aos 29 anos, o jogador vai reforçar o Tubarão apostando em render mais do que em 2016, quando vestiu a camisa alviceleste por 31 partidas e marcou oito gols.

– Você tem que focar nisso (em render mais). Eu venho pensando no clube, no grupo, e depois pensando no individual. O meu momento pessoal é importante, eu me sinto feliz, eu tive uma sequência muito boa aqui. Creio que será um ano muito especial. Eu me sinto melhor do que na última vez que estive aqui. Isso é importante para trabalhar da melhor maneira possível – comentou, em entrevista coletiva durante a apresentação, na quinta-feira.

Na chegada, Keirrison ganhou o apoio do novo treinador, Ricardinho. O técnico do Londrina destacou a experiência do jogador e mostrou confiança em um bom desempenho do atacante na temporada.

– É um jogador que consegue aliar a juventude, vamos dizer, apesar de não ter 20 ou 21 anos, mas é jovem ainda, tem força e condição de nos ajudar. E, ao mesmo tempo, tem experiência de vida e profissional. Tecnicamente, o Keirrison tem muitas condições de nos ajudar. Vai ser preparado para isso, está sendo preparado para ter uma boa temporada. Optamos pela volta por acreditar que ele pode nos ajudar bastante – analisou Ricardinho.

A conversa de Keirrison com o gestor Sergio Malucelli para voltar ao Londrina aconteceu no fim de 2017, em um jogo entre amigos no CT da SM Sports. Sem espaço no Coritiba, o atacante decidiu voltar para a "segunda casa". O contrato com o Tubarão vai até o fim de 2019.

– O Coritiba tem um planejamento, mudou toda a diretoria. Eles tinham um planejamento em relação à base. Eu buscava mais essa questão de poder atuar, de ter mais oportunidades. Todo atleta busca isso, busca estar jogando. Quando eu conversei com o Sergio Malucelli, surgiu essa oportunidade de voltar. Me sinto feliz com a decisão que tomei – comentou Keirrison.

Em 2017, Keirrison passou por Arouca, de Portugal, e Coritiba. Foram apenas dois jogos pelo time português e cinco pelo Alviverde, sendo apenas um como titular. Apesar das poucas oportunidades em campo, o atacante encara a última temporada de forma positiva e aposta em um "ano especial" com o Londrina em 2018. O objetivo é ajudar o time a conquistar o acesso à Série A.

– Eu vivi um ano de muitas experiências e momentos importantes em 2017. Sabemos que algumas coisas fogem do nosso alcance, mas temos que tirar lições. Eu aprendi muitas coisas no ano passado. São experiências que nos fortalecem. É um ano muito especial, por tudo que vivi no futebol e principalmente pelo Londrina, por esse desejo de ter o acesso. Todos os atletas e comissão estão focados nisso, juntos vamos ter condições de conseguir isso – destacou.

No Londrina, Keirrison vai ter a concorrência de mais sete atacantes: os remanescentes Carlos Henrique (titular na campanha da Série B e autor de 11 gols com a camisa do Tubarão), Wellisson e Ítalo; a dupla Quirino e Marcelinho, que volta de empréstimo; Lucas Machado, promovido em definitivo da base; e os reforços Caíque, Wesley e Gustavo Tocantins. K9 acredita que todos devem ganhar uma oportunidade com Ricardinho.

– O professor Ricardinho tem essa característica, quer que todos tenham uma oportunidade. O futebol precisa mais disso, os atletas precisam ser usados, estão aqui para poder jogar. Eu fico muito feliz de fazer parte desse grupo. Creio que será um ano muito importante para nós – finalizou.

O Londrina deve realizar dois jogos-treinos antes da estreia no Paranaense, marcada para o dia 21, contra o Foz do Iguaçu, fora de casa. O primeiro teste deve ocorrer na quarta-feira, contra o Linense, com local a ser definido.



Envie seu Comentário