Mato Grosso do Sul, Sábado 19 de janeiro de 2019

Tabela do Estadual sofre alteração e Capital receberá 5 partidas na 1ª rodada

Morenão receberá 3 partidas no mesmo fim de semana. Outros jogos serão no Jacques da Luz e no Noroeste, em Aquidauana.

Portal Campo Grande News - Gabriel Neris - 11/01/2019 23h37


Elenco do Operário treina visando a estreia contra o Corumbaense (Foto: Operário FC/Divulgação) Elenco do Operário treina visando a estreia contra o Corumbaense (Foto: Operário FC/Divulgação)

Dos 6 jogos previstos para a primeira rodada do Campeonato Estadual, 5 serão em Campo Grande nos dias 19 e 20 de janeiro. Somente o estádio Morenão receberá três partidas. Quatro delas já estavam previstas na tabela da competição. A quinta se deve ao Sete de Setembro ter escolhido o maior estádio de Mato Grosso do Sul para mandar seu jogo contra o Águia Negra.

O clube douradense começa a cumprir uma série de três partidas com mando de campo com distância mínima de 100 km do município. A medida é uma punição que o clube sofreu no TJD-MS (Tribunal de Justiça Desportiva) por confusões ocorridas na semifinal do ano passado contra o Operário.

No dia 19 serão três partidas, todas às 16h. O Comercial inicia a disputa contra o Chapadão do Sul no estádio Morenão. União ABC e Costa Rica se enfrentam no Jacques da Luz, nas Moreninhas. E o Aquidauanense recebe no Noroeste, em Aquidauana, o Operário de Dourados.

As outras três partidas serão no dia 20. No Jacques da Luz o Novoperário enfrenta o Urso, às 16h. No mesmo horário tem Operário x Corumbaense no Morenão, times que disputaram o título no ano passado.

Para o torcedor que não está acostumado, o domingo de futebol terá um horário inusitado. Sete de Setembro e Águia Negra jogam no Morenão às 20h.

Nesta semana cinco clubes foram notificados pela Federação de Futebol por não entregarem laudos dos estádios onde pretendem mandar seus jogos. O comunicado foi encaminhado para as diretorias do Corumbaense, Operário de Dourados, Sete de Setembro, Urso e Chapadão do Sul.

De acordo com documento publicado na quarta-feira (9), o Estádio Municipal de Chapadão do Sul conta somente com os laudos de Vigilância Sanitária e de Engenharia. Já o estádio Douradão, casa de Operário e Sete de Dourados, tem somente o laudo de Engenharia, com vencimento até 15 de março.

Os dois clubes também estão sendo cobrados por uma série de itens, como apresentar contrato com empresa de segurança, convênio que garanta equipe médica e ambulância no momento da partida, contrato com brigadistas, entre outros.

O Corumbaense também precisa apresentar os mesmos documentos. Segundo a entidade, o estádio Arthur Marinho conta com laudo de Vigilância Sanitária e Engenharia, porém este último vence no dia 20 de janeiro A situação mais delicada é do estádio Toca do Urso, onde o Urso de Mundo Novo mandará suas partidas. Até o momento nenhum laudo foi entregue.

 


Envie seu Comentário