Mato Grosso do Sul, Domingo 26 de maio de 2019
 
 

Rodrigo Cascca é anunciado no Foz do Iguaçu para Série D do Brasileiro

Acordo com clube paranaense pode inviabilizar retorno do técnico campeão ao Águia Negra em 2020

Gazeta MS Por Rogério Vidmantas - 13/05/2019 20h55

Cascca foi campeão estadual com o Águia e seu retorno era dado como certo (Foto: Franz Mendes) Cascca foi campeão estadual com o Águia e seu retorno era dado como certo (Foto: Franz Mendes)

O técnico campeão sul-mato-grossense pelo Águia Negra tem, a partir desta segunda-feira (13), nova camisa para vestir. Rodrigo Cascca foi anunciado no Foz do Iguaçu-PR para sequência da Série D do Campeonato Brasileiro e substitui Marcão, que deixou o comando do time após duas derrotas iniciais. O novo treinador tem quatro jogos para colocar o clube paranaense na segunda fase.

Cascca estava sem clube desde o título conquistado pelo Águia Negra. O técnico teve o nome ventilado em outros clubes, entre eles o Operário FC, para o Brasileiro, mas nada concreto. Segundo ele, o único convite que havia sido feito oficialmente foi do próprio Foz, mas o Estadual MS estava em andamento. "Eu teria que deixar o Águia Negra antes das semifinais e isso não seria possível", disse.

A ida para a equipe paranaense pode inviabilizar a volta ao Águia em 2020. O treinador afirmou que não houve nenhuma conversa prévia com a diretoria do clube de Rio Brilhante para o ano que vem, mas disse que a prioridade seria voltar. Agora, a diretoria do Foz deixa claro que quer contar com Rodrigo Cascca na próxima temporada. "O Casca já era um projeto de muito tempo. Já vínhamos conversando há alguns anos e hoje conseguimos traze-lo para um projeto que envolve o Brasileiro da Série D, a Taça FPF e o acesso em 2020", explica o presidente Arif Ahmad Osman.

O treinador faz eco nas palavras do dirigente e também projeta o próximo ano. "Estou muito feliz por ter recebido esse convite do Foz. Eu sei também do histórico do clube, há algum tempo vínhamos namorando e agora surgiu em um campeonato importante como a Série D e temos o projeto 2020 que é o acesso". Sobre a situação no Brasileiro, Cascca frisou que apesar das duas derrotas iniciais, é possível buscar a classificação. "Estamos muito vivos na competição. Temos 12 pontos em disputa e temos que unir forças, trabalharmos para buscarmos o objetivo", finalizou o novo técnico do Azulão da Fronteira, que estreia no domingo (19), diante do Boa Vista-RJ, em Saquarema.

 

Envie seu Comentário