Mato Grosso do Sul, Quarta-feira 22 de maio de 2019
 
 

Saiba o que seu time precisa nas duas últimas rodadas do Estadual

Até o momento, as definições são pela classificação de quatro equipes e o rebaixamento de uma

Gazeta MS Por Rogério Vidmantas - 06/03/2019 13h41

Comercial precisa de uma vitória para garantir classificação, enquanto o Novo depende de dois triunfos (foto: Franz Mendes) Comercial precisa de uma vitória para garantir classificação, enquanto o Novo depende de dois triunfos (foto: Franz Mendes)

Faltam duas rodadas para acabar a primeira fase do Campeonato Estadual e os últimos jogos misturam briga por classificação e luta contra o rebaixamento. Isso porque não se tem meio termo na atual edição. Ou se classifica para quartas de final ou disputa a Série B em 2020. Nesta reta final, quatro vagas para a próximo fase ainda estão abertas e ainda três lugares dos quatro disponíveis na zona de rebaixamento.

O primeiro a se classificar foi o líder – com folga – Águia Negra. Na nona rodada, seguiram o mesmo caminho Corumbaense, Sete de Dourados e Costa Rica. Na parte de baixo, apenas o Operário AC, de Dourados, tem o rebaixamento irreversível. Assim, Operário FC, Comercial, Aquidauanense, Serc, ABC, Novo e Urso de Mundo Novo vão travar disputa ponto a ponto, gol a gol pela classificação e, consequentemente, como já explicado, contra a degola.

Os confrontos das quartas dependem diretamente da colocação ao final da primeira fase. Se considerarmos a classificação atual, os jogos seriam entre Águia Negra e Serc, Corumbaense e Aquidauanense, Sete de Dourados e Comercial e o último entre Costa Rica e Operário FC.

Confira próximos jogos e o que cada clube precisa fazer para terminar bem a primeira fase.

1. Águia Negra – 22 pontos: Para garantir a liderança matematicamente, precisa de mais três pontos, já que nenhum concorrente pode fechar a fase com 25. Se fizer apenas dois pontos nas partidas contra a Serc, fora de casa, e Aquidauanense, em casa, pode dar chance para o Operário FC, se esse vencer os três jogos que faltam e a disputa iria para os critérios de desempate.

2. Corumbaense – 17 pontos: Joga contra o Comercial fora de casa e Sete de Dourados em casa. Vencendo os dois jogos, torce por duas derrotas do Águia ou, uma derrota e um empate, para poder terminar na liderança. Conseguindo esses resultados, garante a segunda posição se o Operário FC não vencer os três jogos que lhe restam.

3. Sete de Dourados – 16 pontos. Mesmo que vença o Novo FC em casa e o Corumbaense, fora, a liderança para o Sete é uma possibilidade remota, já que o Águia precisaria ser derrotado duas vezes e ainda a diferença no saldo de gols precisaria ser revertida. Porém, com esses resultados, terá a vice-liderança garantida.

4. Costa Rica – 16 pontos. Joga contra o Operário FC fora e contra o Urso em casa. Tem a mesma situação do Sete em relação à liderança, mas, para terminar em posição melhor que a quarta posição, além de vencer seus jogos, torce por tropeços ou um empate entre Corumbaense e Sete na última rodada.

5. Operário FC – 15 pontos. Como ainda joga três vezes – Costa Rica em casa, Urso fora e ABC fora – pode terminar na liderança se somar os nove pontos e o Águia Negra não vencer nenhum dos dois jogos que vai disputar. A classificação, porém, só não está garantida ainda por um capricho matemático e só uma combinação absurda de resultados evitará que isso aconteça.

6. Comercial – 13 pontos. Joga contra o Corumbaense em casa e Operário AC fora. Se vencer um dos dois jogos garante classificação que poderá vir até com duas derrotas, dependendo de outros resultados. Se somar os seis pontos, pode brigar por um lugar no G4, embora essa possibilidade seja remota.

7. Aquidauanense – 12 pontos. Recebe o ABC em casa e fecha a fase contra o Águia Negra fora. Desconsiderando o fato de que pode perder seis pontos no TJD, o Azulão precisa de quatro pontos para garantir a classificação. Se vencer o próximo jogo, Serc e Novo não, a vaga estará garantida.

8. Serc – 9 pontos. O time de Chapadão do Sul está no limite entre a classificação e o rebaixamento. Joga contra o Águia Negra em casa e o Novo FC fora, confronto esse que pode ser disputa direta por sobrevivência na Série A. Vencendo os dois jogos, se classifica e, consequentemente, evita o rebaixamento sem fazer contas.

9. ABC – 8 pontos. Joga contra Aquidauanense fora e Operário FC em casa. Precisa de duas vitórias e deslizes do Aquidauanense, Serc e do Urso para escapar da degola. O Comercial perder os dois jogos que restam também ajudaria neste caso.

10. Novo FC – 7 pontos. Precisa vencer o Sete de Dourados fora e a Serc em casa e ainda torcer por derrotas do Aquidauanense, ABC e Urso para escapar do rebaixamento.

11. Urso – 7 pontos. Entre os últimos, é o que tem mais pontos a serem disputados. Joga contra o Operário AC em casa, Operário FC em casa e o Costa Rica, fora. Vencendo os três, está fora da degola sem precisar de contas. Se não, vai precisar de combinações de resultados para seguir na primeira divisão.

12. Operário AC – 3 pontos. Joga contra o Urso fora de casa e o Comercial em casa, mas apenas para cumprir tabela, já que o rebaixamento é irreversível.

 
 


Envie seu Comentário