Mato Grosso do Sul, Domingo 26 de maio de 2019
 
 

Três estádio estão liberados para início do Campeonato Estadual

Federação espera por Morenão, Noroeste e Arthur Marinho nos próximos dias; Douradão, Serc e Toca do Urso são incógnitas

Gazeta MS Por Rogério Vidmantas - 09/01/2019 09h01

Ninho da Águia, em Rio Brilhante, é um dos estádios liberados (Foto: Rio Brilhante News) Ninho da Águia, em Rio Brilhante, é um dos estádios liberados (Foto: Rio Brilhante News)

O eterno problema de laudos no estádios a cada início do Campeonato Estadual volta a ser pauta de reunião entre a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) e os clubes participantes da competição. Nesta quarta-feira (9) o assunto volta a ser tratado em encontro na sede da entidade, em Campo Grande. Até o momento, apenas três estádios estão com a situação resolvida, o que pode obrigar a entidade a alterar a primeira rodada, marcada para os dias 19 e 20 de janeiro.

Segundo levantamento feito pelo site MS Esporte Clube, apenas os estádios Ninho da Águia, em Rio Brilhante, Laertão, em Costa Rica, e Jacques da Luz, em Campo Grande, estão em condições de receber as partidas. Esse último, porém, está liberado até o fim do mês, quando deverão ser providenciada nova licença. Para aliviar a situação dos clubes da Capital, até á o Estádio Morenão deve ser liberado pelo Ministério Público Estadual (MPE-MS). Os laudos já foram entregues ao promotor responsável e a expectativa é que ainda essa semana seja oficializada resposta positiva.

Outros estádios também devem ter a documentação regularizada nos próximos dias e a tempo de receber os jogos. São os casos dos estádios Arthur Marinho, em Corumbá, e Noroeste, em Aquidauana. De acordo com as diretorias de Corumbaense e Aquidauanense, respectivamente, os laudos já teriam sido entregues ao MPE e aguardam a liberação.

A situação mais complicada parece ser a do Estádio Douradão, onde Operário AC e Sete de Dourados pretendem mandar seus jogos. O local, administrado pela Fundação de Esportes de Dourados (Funed), estaria passando por adequações e teria laudos entregues em janeiro, segundo então diretor-presidente Jânio Amaro. Exonerado do cargo em dezembro, nenhum substituto foi escolhido e a situação caminha para um impasse, o que deve dificultar os jogos em Dourados.

Com esses problemas, a primeira rodada do Estadual pode sofrer alterações. Se confirmada a liberação do Morenão, os quatro jogos em Campo Grande serão mantidos. Comercial e SERC jogam no dia 19 e, no dia seguinte, Operário FC e Corumbaense, ambos no Pedro Pedrossian. No Jacques da Luz se enfrentam ABC e Costa Rica no dia 19 e Novo contra o Urso dia 20. Aguardam posição oss jogos entre Aquidauanense e Operário AC e ainda Sete de Dourados e Águia Negra, ambos marcados para o dia 19.

 

Envie seu Comentário