Mato Grosso do Sul, Quinta-feira 25 de abril de 2019
 
 

Sete bate o Novo no Chavinha e sobe para segundo

Time douradense contou com tarde inspirada do atacante Mohamed que marcou duas vezes

Gazeta MS Por Rogério Vidmantas com Renato Giansante - 10/03/2019 19h03

Otacílio Neto fez o oitavo gol no Estadual e está a um do artilheiro Salomão (foto: Franz Mendes) Otacílio Neto fez o oitavo gol no Estadual e está a um do artilheiro Salomão (foto: Franz Mendes)

O Sete de Dourados subiu mais um degrau na classificação do Campeonato Estadual. Neste domingo, em Itaporã, o time douradense venceu o Novo pelo placar de 4 a 2 em tarde inspirada do atacante Mohamed, autor de dois gols, o primeiro deles um golaço e alcançou a vice-liderança da competição ao fim desta 10ª rodada.

O Sete começou melhor no Estádio Chavinha e poderia ter aberto o placar aos três minutos em um chute de Régis Wenzel que parou na defesa do goleiro Rafael. E também aos nove minutos em cabeceio de Fábio na trave, após escanteio de Otacílio Neto.

Em um lance semelhante aos 36, o gol saiu. Otacílio cobrou escanteio e a zaga afastou, voltando no próprio meia que fez outro cruzamento e Fábio, no meio dos marcadores, cabeceou para a rede.

O Novo chegou ao empate aos 42. Felipe entrou na área e foi derrubado por Otacílio Neto. Pênalti que Matheus Negão cobrou com segurança, sem chances para Roger Paranhos.

Nos acréscimos, quando o empate parecia ser o resultado do primeiro tempo, veio o segundo gol do Sete. Aliás, um golaço. Em outro escanteio cobrado por Otacílio, a zaga afastou mal. Mohamed dominou próximo à área, se livrou de três marcadores e bateu firme, vencendo o goleiro Rafael.

Na volta do intervalo a superioridade do Sete seguiu e a vantagem no placar veio aos 12 minutos. Otacílio Neto fez a jogada pela esquerda e bateu para defesa parcial de Rafael. No rebote, Psique cruzou e Mohamed marcou seu segundo gol no jogo.

A vantagem do Sete poderia ter aumentado aos 15 minutos em rápido contra-ataque que culminou no pênalti em Régis Wenzel. Otacílio Neto cobrou e mandou a bola para fora.

O lance animou o adversário que foi ataque e diminui aos 29, em falha da zaga douradense, Marcinho acertou o canto de Roger Paranhos para fazer o segundo do time da capital.

O gol que definiu o placar veio no fim do jogo. Gugu sofreu pênalti aos 44 minutos e Otacílio Neto acertou o pé e fechou o placar em 4 a 2, resultado que fez o Sete subir ao segundo lugar, já que o Corumbaense foi derrotado pelo Comercial.

Na última rodada, o Sete enfrenta o próprio Corumbaense no Estádio Arthur Marinho no domingo às 15h. Com 19 pontos contra 17 do adversário, um empate garante, pelo menos, a terceira posição na primeira fase.

Novo quase rebaixado

A derrota deste domingo praticamente sacramentou a queda do Novo. Em 11º com sete pontos, o time da capital só se livra do rebaixamente com uma combinação de resultados que passa pela derrota do Urso na quarta-feira em jogo atrasado contra o Operário em Mundo Novo, somada a sua vitória contra Serc e derrotas do ABC contra o Operário e do Urso contra o Costa Rica.

 


Envie seu Comentário