Mato Grosso do Sul, Quinta-feira 21 de fevereiro de 2019
 
 

Ubiratan pode desistir de Série B sem o Douradão

Gazeta MS por Rogério Vidmantas - 19/10/2018 09h47

Foto: Arquivo Gazeta MS Foto: Arquivo Gazeta MS

O esperado retorno do Ubiratan EC ao futebol profissional deve ser mais uma vez adiado. Com a liberação do Estádio Douradão para jogos oficiais incerta para a disputa da Série B do Campeonato Estadual, que teve o início adiado para novembro, a diretoria desconversa sobre a confirmação do clube na competição que aponta dois times para a Série A em 2019. O Leão da Fronteira está fora do futebol profissional desde o rebaixamento, em 2015.

A participação do Ubiratan na Segundona ganha ares de improvável nas palavras do presidente, Joaquim Soares. O dirigente diz que a decisão final deve vir até a próxima segunda-feira (22), mas que se o Douradão seguir interditado, uma resposta positiva seria inviável. "Qual o sentido de montar o time para se jogar em outra cidade?", resume.

De acordo com o dirigente, com o Douradão liberado, o time entra na disputa. "No papel está tudo definido, mas sem onde jogar fica difícil. Neste caso é melhor se preservar para voltar no próximo ano com a certeza de que jogaremos em Dourados". Ainda assim, Joaquim Soares espera uma última cartada. "Estamos conversando com os engenheiros da Secretaria de Obras da Prefeitura para saber qual a real situação e até sexta teremos um parecer. Na segunda damos a palavra final".

A intenção de voltar no próximo ano, porém, esbarraria no próprio regulamento do campeonato. De acordo com o vice-presidente e coordenador de competições da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), Marcos Tavares, caso o Ubiratan abra mão de disputar a Série B, não escaparia de uma punição. "O clube que desistir da competição agora, por qualquer motivo, seus jogos são considerados wo e é punido com suspensão de dois anos, não podendo disputar competições em 2019 e 2020. Isso está previsto no regulamento aprovado no Conselho Arbitral", esclarece.

Sem confirmação

Em relação ao Estádio, Jânio Amaro, diretor-presidente da Funed, diz que está sendo feito todo o trabalho para que seja liberado para o Campeonato Estadual que começa em janeiro de 2019. "A Secretaria de Obras está responsável pelos ajustes necessários. Em dezembro vamos solicitar as vistorias para a liberação", explica.

Segundo ele, a liberação do estádio já para a Série B seria possível, se o Ubiratan confirmasse a participação. "Na verdade, em nenhum momento o Joaquim Soares confirmou que o clube iria disputar de fato a competição. Então nós trabalhamos para o Estadual do próximo ano. Se o Ubiratan for mesmo disputar, acredito que possamos buscar a liberação especificamente para esses jogos, embora o gramado ainda não esteja nas melhores condições", disse.

Além das reformas estruturais para possibilitar sua liberação total, e não apenas para 7.900 torcedores, como nos últimos anos, o campo de jogo também passou por melhorias, entre elas a instalação de um sistema automático de irrigação no fim de setembro.

Envie seu Comentário