Perspectiva: Rota Bioceânica deverá estar pronta em 2023

| ALMS


Em entrevista ao Perspectiva, Ruberval Maciel Franco, assessor de relações internacionais da Uems, fala sobre a rota bioceânica

Imagine poder importar grandes rótulos de vinho sem que precisassem vir de navio do Chile, desembarcassem em algum porto brasileiro e, transportados por rodovias, chegassem a Campo Grande? E ao invés disso, trazidos só por via terrestre reduzindo a distância pela metade? Essa será uma realidade possível com o término da implantação da Rota de Integração Latino-Americana, previsto para 2023 e tema da nova edição do programa Perspectiva, da TV ALEMS.

Thiago Frison conversou com o assessor de relações internacionais da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems), Ruberval Maciel Franco, que coordena o trabalho entre a UEMS e várias universidades – brasileiras e estrangeiras – nos estudos de impacto da rota nos três países (Argentina, Brasil e Paraguai). Só a Universidade Estadual possui mais de cem pesquisadores dedicados a esse tema.

A rota transformará MS em um importante personagem da logística em Comércio Exterior brasileiro, além de atrativo para a instalação de novas empresas. Com a rota, o acesso a países asiáticos também será muito facilitado, com a redução no tempo e custo da entrega. Além do comércio, Ruberval fala durante o programa das outras áreas beneficiadas pela Rota, como o comércio local, turismo e cultural.

O “Perspectiva” é exibido ao longo da programação da TV ALEMS, canal 9 da operadora NET em Campo Grande e em Dourados. Também é possível conferir esse e outros programas já exibidos pelo canal  Youtube da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE