Procuradores do Estado colaboram com a Constituição Comentada de MS

| GOVMS / KARLA TATIANE


O projeto da Alems tem a participação de 174 autoridades

Em 2021 é comemorado os 42 anos da primeira Constituição de Mato Grosso do Sul. Exatamente no mês de junho de 1979 foi promulgada a Carta Magna estadual, um instrumento de garantias de direitos e deveres dos cidadãos sul-mato-grossenses.

Para festejar este momento histórico, a Assembleia Legislativa criou o projeto 'Constituição estadual comentada e anotada' - que teve início em 2019 durante as comemorações dos 40 anos de MS - no qual foram convidados juristas, políticos e profissionais na área da Educação para contribuírem com seus conhecimentos e pontos de vista sobre os artigos do documento institucional.

Das 174 autoridades que elucidaram os mais diversos temas, 13 são procuradores de Mato Grosso do Sul e participaram comentando alguns dos artigos que integram a Carta Magna do Estado. São eles:

Para Fabíola Marquetti, a obra “Constituição estadual comentada e anotada' é de uma relevância ímpar tanto pela qualidade do conteúdo quanto pela idealização e coordenação da equipe da Assembleia Legislativa. “As considerações dos convidados que participaram desse projeto sobre o sistema constitucional, artigo por artigo, permite uma compreensão ampla com a interação de atores de vários segmentos da nossa sociedade esclarecendo melhor a estrutura normativa que rege Mato Grosso do Sul', elogia a procuradora-Geral do Estado.

A Constituição de MS é considerada por muitos como um instrumento limpo e atual. Após 10 anos da promulgação da primeira Carta Magna, somente em 1989, investida de seu Poder Constituinte, a Assembleia Legislativa iniciou os trabalhos de elaboração de sua segunda Carta Magna e, até os dias atuais, o documento sofreu uma modificação. As alterações foram feitas em meio ao processo de redemocratização quando, em 1988, o Brasil promulgou uma nova Constituição.

Texto e Foto: Karla Tatiane, PGE



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE