Dezembro Verde: Campanha reforça educação ambiental e cuidado com os animais

| ALMS


A Campanha Dezembro Verde enfatiza a importância do cuidado e carinho com os animais domésticos

Ações que conscientizam a sociedade sul-mato-grossense com o objetico de evitar o abandono de animais integram a Campanha Dezembro Verde, criada pela Lei 5.392, de 9 de setembro de 2019, de autoria do deputado Lucas de Lima (Solidariedade). O "Dezembro Verde - Não ao Abandono de Animais no Estado de Mato Grosso do Sul" reforça o debate sobre o assunto na primeira semana de dezembro.

Sempre há registro de abandono de animais durante o ano todo, mas o aumento de caso é visível entre os meses de dezembro e fevereiro, as férias. Abandonar animais domésticos é crime, e a lei também prevê eventos e publicidade sobre o tema. Lucas de Lima é o autor do Dezembro Verde

O deputado Lucas de Lima fala sobre a lei. “Dezembro Verde é uma lei de suma importância devido ao aumento nos casos de abandonos dos animais nos períodos de férias. Muitas famílias saem para viajar e deixam seus animais de estimação sozinhos e trancados em casa. Devemos conscientizar a população e assim evitar que os animais sejam descartados, abandonados e maltratados”, explicou.

“Os animais abandonados podem apresentar sérios problemas à saúde pública, pois se não cuidados de forma adequada, esses animais podem transmitir doenças à população. Antes de adotar um animal, você deve ter ciência de que é para a vida toda. Não é um objeto que pode ser descartado. Então se você tem um animalzinho, cuide bem dele, dê atenção, ele só quer seu amor e carinho”, concluiu o parlamentar.

Ações

Neste domingo (5), a partir das 8h acontece o 1º Pet em Família, alusivo ao Dezembro Verde, com ações para a conscientização da sociedade para que os animais não sejam abandonados no Estado. O evento acontece nos altos da Avenida Afonso Pena, em frente a Cidade do Natal e conta com atividades para crianças sobre bem-estar animal, concurso e desfile pet com premiação, feira de adoção do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), sorteios e atrações musicais.

Problema nacional

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que cerca de 30 milhões de cães e gatos estão em situação de abandono no Brasil. Já o Instituto Pet Brasil estima que mais de 172 mil animais estejam sob os cuidados de Organizações Não Governamentais (ONGs) e grupos protetores, e isso torna as campanhas de conscientização País afora fundamentais. A Lei 14.064/2020 aumenta as penas aos crimes de maus-tratos aos animais domésticos, quando se tratar de cão e gato. A nova pena para quem cometer esse crime é de até 5 anos de prisão, multa e ainda proibição da guarda.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE