Mato Grosso do Sul recebeu 102 empreendimentos e 5,7 mil moradias do Governo Federal

Investimento no estado foi de R$ 247,4 milhões, entre recursos do Orçamento Geral da União e financiamentos com recursos do FGTS

| REDAçãO


O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), entregou, em 2021, 102 empreendimentos em Mato Grosso do Sul. Além disso, 73 obras foram contratadas e outras 30 retomadas. O investimento federal no estado foi de R$ 247,4 milhões, entre recursos do Orçamento Geral da União (OGU) e financiamentos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Na área habitacional, o MDR entregou, em Mato Grosso do Sul, 5.740 moradias, que realizaram o sonho da casa própria de quase 23 mil pessoas. “Este governo está empenhado em reduzir o déficit habitacional, por isso, retomamos obras, ampliamos o programa nacional de habitação e rompemos, em junho de 2021, a barreira de 1 milhão de unidades entregues à população desde 2019”, destaca o ministro Rogério Marinho.

Um dos empreendimentos entregues foi o Residencial Planalto 01, entregue em novembro, na cidade de Chapadão do Sul. Foram beneficiadas 96 famílias de baixa renda da região.

Outro empreendimento habitacional entregue foi o residencial Nova Andradina, na cidade de Andradina. Com 128 moradias, o condomínio faz parte das entregas do Programa Casa Verde e Amarela.

Em junho, o ministro Rogério Marinho também entregou as chaves da casa própria a 448 famílias na capital Campo Grande. Os residenciais Aero Rancho CH7 e CH8 proporcionaram moradia digna a cerca de 1,8 mil pessoas.

Mobilidade urbana e desenvolvimento regional
O MDR entregou, ainda, 94 obras de mobilidade urbana. São ações de recapeamento, pavimentação e drenagem, entre outras, que melhoram as condições de trafegabilidade nas cidades. Outras 26 obras foram retomadas e 69, contratadas.

Saneamento
Na área de saneamento básico, o MDR entregou quatro empreendimentos em Mato Grosso do Sul. Além disso, foram retomadas duas obras paralisadas e outra foi contratada.

O MDR também repassou recursos para a continuidade de obras de saneamento no estado. Três Lagoas, por exemplo, recebeu R$ 2,8 milhões para as ampliações do sistema de esgotamento sanitário do município e da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Paraná. Já Dourados contou com R$ 357,8 mil para o aumento da cobertura do sistema de saneamento básico.

Além disso, o secretário nacional de Saneamento, Pedro Maranhão, e sua equipe técnica estiveram no estado em setembro para discutir as ações necessárias para implementação das propostas do novo Marco Legal do Saneamento no que se refere aos resíduos sólidos urbanos.

Proteção e Defesa Civil
Para diminuir os impactos causados pelos desastres naturais no estado, o Governo Federal repassou mais de R$ 15 milhões combater os incêndios que ocorreram no estado.

EM NÚMEROS:

Total repassado a Mato Grosso do Sul em 2021:

•    R$ 91,05 milhões (OGU) – sem produção habitacional
•    R$ 156,35 milhões (FGTS – sem produção habitacional)

102 empreendimentos entregues

•    4 de saneamento
•    1 de urbanização
•    3 de proteção e defesa civil
•    94 de mobilidade/desenvolvimento regional e urbano
•    5.740 unidades habitacionais entregues – 22,9 mil pessoas beneficiadas

30 empreendimentos retomados

•   2 de saneamento
•   2 de urbanização
•   26 de mobilidade/desenvolvimento regional e urbano
 
73 empreendimentos contratados

•    1 de saneamento
•    69 de mobilidade/desenvolvimento regional e urbano
•    3 da Sudeco
•    4.262 unidades habitacionais contratadas.

 

Fonte: Brasil 61



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE