Flamengo ganha 'reforços' antes de fase decisiva do Campeonato Carioca

Diante de mais de 60 mil rubro-negros, time de Paulo Sousa fez sua primeira partida no novo gramado do Maracanã

| LANCE! / LANCE!


Gabigol e Arrascaeta foram os caras do Flamengo na goleada sobre o Bangu (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O reencontro entre Flamengo e Maracanã, após três meses, veio com uma imponente vitória sobre o Bangu, por 6 a 0, no encerramento da Taça Guanabara. Fragilidade adversária à parte, a atuação do time de Paulo Sousa foi de bons sinais para a sequência que virá pela frente, ainda mais pelos dois “reforços' apresentados na noite: o novo gramado e o apoio da Nação.

Com o time já garantido na semifinal do Carioca, o jogo contra o Bangu não tinha valor para a classificação, mesmo assim a torcida esgotou os ingressos para a volta ao Maracanã. Assim, a Nação foi a protagonista da noite. Tanto que todos que puderam a ressaltaram: Matheus França, Arrascaeta e Paulo Sousa, entre outros.

Ainda não é assinante do Cariocão-2022? Acesse www.cariocaoplay.com.br, preencha o cadastro e ganhe 5% de desconto com o cupom especial do LANCE!: GE-JK-FF-ZSW

O técnico, que considerou o jogo como um “batismo', têm falado muito sobre a necessidade da “fome' para o elenco. O apoio vindo das arquibancadas, talvez, seja o que vá abrir o apetite do elenco de vez. - É essa sinergia que queremos ter e temos essa necessidade, principalmente nos períodos que passarmos mais dificuldades ao longo do jogo, precisamos dessa mesma energia, que possam nos empurrar para que continuemos com qualidade e energia para nosso jogo e que consigamos sair vencedores. Sinto que sou privilegiado. Outro fator importante foi a estreia do novo gramado, um velho desejo do elenco rubro-negro. Com a bola rolando perfeitamente, o campo promete ser um aliado do time de Paulo Sousa que mira um futebol de troca de passes rápidos e muita movimentação, como foi contra o Bangu. Basta saber se o gramado resistirá à maratona de jogos.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE