Live Covid: mesmo com indicadores em queda, SES pede que população mantenha vacina em dia

Nas últimas 24 horas a SES registrou mais 8 óbitos por Covid. Com idades entre 40 a 90 anos e óbitos ocorridos entre os dias 19 de fevereiro a 15 de março, as vítimas residiam em Campo Grande (5), Jardim (1), Tacuru (1) e Naviraí (1)

| MIRELI OBANDO, SUBCOM


Foto: Chico Ribeiro

Nesta quarta-feira (16) foram confirmadas 776 novas infecções por Covid e a média da última semana é de 833. Dourados (207), Campo Grande (145), Maracaju (136), Douradina (102) e Fátima do Sul (34) são os cinco municípios com mais confirmações nesta quarta-feira. O comparativo da evolução da média móvel dos últimos 21 dias, mostra tendência de queda. No dia 24 de fevereiro a média indicava 2.742 e hoje 834.  

Durante transmissão ao vivo da Secretaria de Estado de Saúde nesta quarta-feira, a secretária adjunta da SES, Christine Maymone, falou sobre indicadores em queda. “Decréscimo que vem se mantendo nas últimas 4 semanas. Nós já tivemos dias com muitos casos, e agora cada vez mais estamos muito próximos de 5 mil casos por semana epidemiológica, ou seja, uma média de 800 casos aproximadamente por dia”. 

Nas últimas 24 horas a SES registrou mais 8 óbitos por Covid. Com idades entre 40 a 90 anos e óbitos ocorridos entre os dias 19 de fevereiro a 15 de março, as vítimas residiam em Campo Grande (5), Jardim (1), Tacuru (1) e Naviraí (1). A média móvel dos últimos 7 dias está em 4,3 no Estado, e a taxa de letalidade em 2%. A evolução da média móvel de mortes dos últimos 21 boletins, indica tendência de queda. No dia 24 de fevereiro indicava média de 15, e agora está em 4,3.  

“Nós temos 10.453 óbitos embora estejamos também em queda do número de óbitos, porque já estivemos com 15, 14, 13, 12 nesses últimos dias. Mas agora temos 4,3 a nossa média móvel. Decaímos graças a vacinação e graças a você que foi até a unidade de saúde e mantém o seu calendário vacinal em dia”, pontuou Maymone. 

De 4.138 casos ativos no Estado, 4.044 estão em isolamento domiciliar e 94 são sul-mato-grossenses hospitalizados. Conforme o boletim, são 40 em leitos clínicos e 54 em leitos de UTI. A maioria das internações, 73, estão em leitos públicos. O gráfico indicador de casos internados também mostra redução significativa nos últimos 21 boletins. No dia 26 de fevereiro Mato Grosso do Sul tinha 294 pessoas internadas, e hoje são 94. 

Dados do vacinômetro mostram que da população vacinável, considerando pessoas acima de 5 ano e grupos prioritários, 93,9% já tomaram a D1 ou dose única, enquanto 80,9% tomaram as duas doses. A D3 já atingiu 39,5% e a D4 3,9% até o momento.

As medidas adotadas pelos municípios com base na circulação viral também foram alertadas durante a live. “Cada vez mais você vai ter que prestar atenção no seu município. Nós temos agora municípios com situações completamente diferentes. Há municípios em que há muitos poucos casos há mais de 4 semanas, e há municípios que têm uma circulação mais intensa. Aqui no município de Campo Grande nós estamos ainda sobre medidas pelo número de casos, com uso da máscara em ambientes fechados. É importante que você observe o que seu município está te orientando”. 

Influenza 

O boletim epidemiológico Influenza desta quarta-feira (16) conta com 2 novos casos de hospitalização notificados, e com média de 0,7 nos ultimos 7 dias. Não há registro de óbitos no boletim Influenza do dia, e a média móvel da ultima semana está zerada. 

 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE