Oncologista esclarece dúvidas sobre o câncer de colo do útero

“Chance de cura chega a 92% quando diagnosticado no início”, diz especialista

| REDAçãO


Em março, mais do que nunca, os olhares estão voltados para as mulheres, tanto pelas lutas enfrentadas até aqui como pelas conquistas já alcançadas, mas o mês também reforça a importância de cuidar da saúde feminina, em especial sobre como prevenir o câncer de colo do útero.  

“A doença é um dos tipos mais frequente entre as mulheres, mas também possui grandes possibilidades de cura quando diagnosticada e tratada logo no início”, destaca Dr. Eric Iasuji Higa, oncologista da Unimed Campo Grande, que esclarece diversas dúvidas sobre o assunto. Confira!  

1 - O vírus Papilomavírus Humano, conhecido como HPV, é um dos principais fatores para o desenvolvimento do câncer do colo uterino.   

Dr. Eric: O vírus HPV é transmitido principalmente pelo contato sexual e é tão comum que afeta cerca de 80% das pessoas sexualmente ativas no mundo todo. Existem mais de 150 tipos diferentes de HPV, sendo os do tipo 16 e 18 são os responsáveis pela maioria dos casos de câncer de colo do útero.  

2 - Além da transmissão pelo HPV, outros fatores também contribuem com o desenvolvimento desse tipo de câncer.  

Dr. Eric: Sim! Histórico familiar, tabagismo, início precoce da vida sexual, múltiplos parceiros, uso prolongado de anticoncepcional, remédios imunossupressores, corticoides e baixa imunidade são fatores que aumentam o risco de desenvolver a doença.  

3 - A vacina contra o HPV é principal forma de prevenção ao câncer de colo uterino.  

Dr. Eric: É verdade! A vacina é uma das principais formas de prevenção para este tipo de câncer e está disponível gratuitamente nos postos de saúde para meninas de 9 a 14 anos e para os meninos de 11 a 14 anos de idade. 

4 - O preventivo é o exame ginecológico mais comum para identificar o câncer do colo de útero.   

Dr. Eric: Como o câncer de colo do útero se desenvolve lentamente e, na maioria das vezes, é silencioso na fase inicial, é através do exame preventivo que ele será detectado.  

5 – Mulheres que já iniciaram a vida sexual devem fazer o exame preventivo.  

Dr. Eric: No Brasil, a indicação é que mulheres entre 25 e 64 anos que já iniciaram a atividade sexual consulte um ginecologista anualmente e realizem este exame.  

6 - O câncer de colo do útero é um tipo da doença de grande possibilidade de cura.  

Dr. Eric: Quando diagnosticado no início, as chances de cura chegam a 92%. Portanto, a prevenção é sempre a melhor maneira de combater o câncer de colo do útero e outras doenças. 
 

http://www.unimedcg.coop.br/



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE