Parque das Nações Indígenas recebe a Copa Brasil de Paracanoagem e grandes nomes da modalidade

Grandes nomes da modalidade estarão na capital sul-mato-grossense, entre eles os medalhistas paralímpicos Fernando Rufino (Cowboy de Aço), Giovane Vieira (Pantera Negra), Caio Ribeiro e Luís Carlos Cardoso

| CLARA ROCKEL E LUCAS CASTRO € FUNDESPORTE


Fernando Rufino (Cowboy de Aço) - Foto: Divulgação/CBCa

O Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande, vai receber a primeira etapa da Copa Brasil de Paracanoagem, nos dias 25 e 26 de março. Grandes nomes da modalidade estarão na capital sul-mato-grossense, entre eles os medalhistas paralímpicos Fernando Rufino (Cowboy de Aço), Giovane Vieira (Pantera Negra), Caio Ribeiro e Luís Carlos Cardoso.

A competição, organizada pela Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) junto à Federação Estadual (FCaMS), tem como principal parceiro o Governo do Estado, por intermédio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul).

As provas, divididas em oito categorias (KL1, KL2, KL3, VL1, VL2, VL3, KLT1 e KLT2), no feminino e masculino, servirão como seletiva nacional os eventos internacionais da temporada: a Copa do Mundo e o Campeonato Mundial de Paracanoagem, que acontecerão, respectivamente, em Poznan (Polônia) e Halifax (Canadá).

Esta é a primeira vez que uma competição nacional de paracanoagem será realizada no Estado. “Mato Grosso do Sul é um dos destaques nacionais no esporte paralímpico e estamos muito felizes de receber uma competição desse peso, com a presença de campeões paralímpicos, como o nosso Fernando Rufino, que tanto nos orgulhou nas Paralimpíadas de Tóquio”, destaca o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda.

“Um evento desse tamanho vem colocar Mato Grosso do Sul como referência nacional em realizações de eventos. O Estado já é destaque através dos resultados dos seus atletas, nacional e internacionalmente, e vem também se consolidando, nos últimos anos, na realização de eventos de grande porte”, frisa o presidente da CBCa, Rafael Girotto.

Astros da paracanoagem

A Copa Brasil terá a presença de astros da modalidade. Um dos destaques é o sul-mato-grossense Fernando Rufino, conhecido como “Cowboy de Aço”. Natural de Eldorado e criado em Itaquiraí, o paratleta chegou ao Japão, no ano passado, para brilhar e alcançou o maior feito da paracanoagem brasileira até hoje em Jogos Paralímpicos, conquistando a tão esperada medalha de ouro. Em sua primeira participação, Rufino faturou o ouro nos 200 metros da classe VL2 (canoa havaiana para atletas com deficiência física), chegando à melhor marca da história da prova (53s077).

Giovane Vieira, o “Pantera Negra”, também remará nas águas do Parque das Nações Indígenas. O atleta de 23 anos também medalhou na Tóquio-2020, trazendo a prata para o Brasil nos 200 metros da classe VL3 (canoa). Quem também ficou com a prata foi Luís Carlos Cardoso, nos 200 metros KL1 (caiaque), outro que buscará, em Campo Grande, classificação aos torneios internacionais deste ano.

Já Caio Ribeiro brilhou na Paralimpíada sediada no Rio de Janeiro, em 2016, sendo o primeiro o brasileiro da história a subir ao pódio nessa modalidade, que estreou no programa daquela edição. Ele faturou a medalha de bronze na classe KL3, na prova de 200 metros. O público poderá acompanhar de perto as provas da Copa Brasil.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE