Sem sustos, Corinthians bate a Portuguesa-RJ e avança às oitavas da Copa do Brasil

Com gols de Júnior Moraes e Giuliano ainda no primeiro tempo, Timão bate a Lusa com tranquilidade e avança na competição nacional

| LANCE! / FáBIO LáZARO


Júnior Moraes marcou o primeiro gol dele com a camisa do Corinthians (Foto: Alex Silva / LANCEPRESS!)

O Corinthians não passou sufoco algum no jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira (11), na Neo Química Arena, o Timão bateu a Portuguesa-RJ por 2 a 0 e avançou às oitavas de final da competição nacional. Júnior Moraes e Giuliano marcaram os dois gols corintianos, ambos no primeiro tempo, e a equipe alvinegra não sofreu grande perigo do lado adversário.

> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros da história corintiana > TABELA - Confira a tabela da Copa do Brasil

CORINTHINANS COMEÇA EM CIMA E ABRE O PLACAR O Corinthians fez jus a ser um time de Séria A contra um de Série D. O Timão encurralou a Portuguesa-RJ desde o primeiro minuto, e foi premiado com o primeiro gol do jogo aos sete minutos, com Júnior Moraes, que marcou o primeiro gol dele com a camisa corintiana em tempo normal – o jogador havia convertido um pênalti na disputa pelas quartas de final do Paulistão. A jogada começou em um arremesso lateral que tinha a área da Lusa povoada. Giuliano tentou uma bicicleta, não pegou em cheio, mas no modo Chaves, sem querer, querendo, descolou um passe para Júnior Moraes na entrada da pequena área, batendo firme no canto esquerdo, contrapé do goleiro Paulo Henrique. TIMÃO DIMINUI O RITMO Após ser bem intenso nos primeiros 15 minutos, o Timão diminuiu o ritmo nos 15 seguintes. Foi justamente neste período que a Lusa finalizou as suas duas e únicas vezes na etapa inicial, com Joazi, sem dar trabalho para Cássio, e Pimenta para fora. QUASE MOSQUITO AMPLIA Mas a queda de ritmo corintiana não mudou o controle da equipe, tanto na parte defensiva, com a equipe controlando o jogo e não sofrendo, quando na frente, com o Timão tendo facilidade de infiltrar o campo adversário. E foi assim, que aos 31 minutos o Corinthians ampliou,. Em trama pelo lado direito, entre Adson e Giuliano, e a bola encontrou Gustavo Mosquito com liberdade na área, para invadir e bater cruzado para fora. GIULIANO, DE ASSISTENTE PARA ARTILHEIRO Grande descida do Corinthians pelo lado direito. Troca de passes que começou do campo de defesa e encontrou Adson, que deu um passe preciso para Gustavo Mosquito cruzar por baixo e achar Giuliano fechando como um raio na entrada da área e batendo de primeira para ampliar o marcador. CÁSSIO SENTE E É SUBSTITUÍDO Cinco minutos após marcar o segundo gol, o goleiro Cássio sentiu a posterior da coxa esquerda e pediu para ser substituído. Ivan entrou, mas não teve muito trabalho.  SEGUNDO TEMPO CONTROLADO  O Corinthians segurou muito bem no segundo tempo. O time chegou algumas vezes no ataque, mas não criou chances de perigo excessivo. Na parte defensiva, a melhor chance da Lusa foi em uma finalização por cima do gol de Kauan, que não levou muito perigo.  Ivan chegou a fazer duas defesas no segundo tempo, mas com total facilidade. 

CORINTHIANS X PORTUGUESA-RJ COPA DO BRASIL - 3ª FASE - JOGO DE VOLTA Local: Neo Química Arena, São Paulo (SP) Data e hora: 11 de maio, às 21h30 (horário de Brasília) Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC) Assistentes: Kléber Lúcio Gil (SC) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) Público/renda: 35.316 pessoas / R$ 1.901.55 Cartões amarelos: Júnior Moraes e Cantillo (Corinthians); Marcão (Portuguesa-RJ) Cartões vermelhos: - ​ GOLS: 1-0 Júnior Moraes (7'/1T); 2-0 Giuliano (31'/2T) CORINTHIANS: Cássio (Ivan, 36'/1T); Robson Bambu, João Victor e Fábio Santos; Gustavo Mosquito (Gustavo Mantuan, 31'/2T), Maycon (Cantillo, intervalo), Roni, Giuliano, Adson (Wesley, 40'/2T) e Lucas Piton; Júnior Moraes (Giovane, intervalo). Técnico: Vítor Pereira. PORTUGUESA-RJ: Paulo Henrique; Joazi, Marcão, Leandro Amaro e Itambé; Sidney, Jhonnathan (Netinho, 30'/2T) e Pernão (Claudinho, 11'/2T); Cafú (Patrick, 11'/2T), Kayron (Kauan, intervalo) e Pimenta (Maikinho, intervalo). Técnico: Felipe Surian.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE