Chelsea vence o Leeds, que vai ficando em situação cada vez mais complicada para escapar do rebaixamento

Uma sequência dura de adversários do Big Six deixou o Leeds em situação precária na tabela, a duas rodadas do fim

| TRIVELA


Lukaku, do Chelsea (Foto: Stu Forster/Getty Images/One Football)

O Leeds pode ficar a três pontos de sair da zona do rebaixamento, com apenas mais seis em disputa, após ser derrotado pelo Chelsea nesta quarta-feira por 3 a 0 no Ellan Road, em uma partida em que praticamente tudo deu errado aos ameaçados jogadores treinados por Jesse Marsch.

Marsch havia conseguido comandar uma certa recuperação depois de assumir no lugar de Marcelo Bielsa, com três vitórias e dois empates em cinco rodadas, mas perdeu os últimos três jogos (contra adversários Manchester City, Arsenal e agora Chelsea) e está na zona de rebaixamento, com 34 pontos em 36 jogos.

Logo à sua frente, aparece o Burnley, com os mesmos 34 pontos, mas em 35 partidas porque enfrentará o Aston Villa, fora de casa no meio da próxima semana. Seus outros dois adversários são Tottenham (F) e Newcastle (C). O Leeds fecha sua campanha contra Brighton (C) e Brentford (F).

Reece James logo aos três minutos Reece James encontrou espaço pela direita, entrou na área e rolou para Mason Mount abrir o placar com um chute de primeira. O Leeds ficou com um homem a menos ainda no primeiro tempo, aos 24 minutos, porque Daniel James levou cartão vermelho por uma forte entrada em Mateo Kovacic. E Jack Harrison teve que ser substituído pro lesão antes do intervalo.

Diante das circunstâncias, houve pouca chance de reação ao Leeds. Especialmente com Lukaku, titular, faminto para marcar pela segunda rodada seguida. Ele chegou a colocar uma bola na rede no primeiro tempo, mas estava em posição de impedimento. No começo da etapa final, cabeceou por cima do travessão, pouco antes do Chelsea fazer o segundo, com uma bela troca de passes que terminou com Mount dando de calcanhar para Pulisic bater da entrada da área.

Ao seu melhor estilo, Lukaku arrancou aos 20 minutos pela direita, abrindo espaço com a perna esquerda até finalizar rasteiro da entrada da área. Passou perto. O gol que a sua boa atuação merecia saiu nos minutos finais, após uma bola roubada por Loftus-Cheek no meio-campo. O belga recebeu de Ziyech e, mesmo marcado por três jogadores, conseguiu manter o controle até encontrar o espaço que precisava para bater forte e fechar o placar.

O Chelsea chegou a 70 pontos e se consolida um pouco mais em terceiro lugar. Tem quatro de vantagem para o Arsenal, que disputará o dérbi do norte de Londres na próxima quinta-feira fora de casa contra o Tottenham.

.

.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE