Em eleição suplementar de Angélica, deu Cassuci novamente, agora, com sobrinho Edinho

Quatro candidatos disputaram o pleito no município

| NOVA NEWS


Imagem: WhatsApp / Nova News

Com mais 100% das urnas apuradas, o engenheiro agrônomo Edinho Cassuci (PDT), (foto), venceu a eleição suplementar que aconteceu neste domingo (15) no município de Angélica. Ele, que teve como vice em sua chapa o contador Paulo Conconi, cumprirá o restante do mandato atual, que segue até 2024.

Cassuci contou como o principal cabo eleitoral seu tio, o ex-prefeito do município João Donizeti Cassuci, que venceu o pleito em novembro de 2020, no entanto, devido a lei da ficha limpa, foi impossibilitado de assumir o cargo.

Até então, Angélica vinha sendo administrada desde janeiro de 2021 pelo prefeito interino Aparecido Geraldo Rodrigues, o Boquinha (PSDB), que buscou à reeleição e foi derrotado.

Outros dois candidatos também concorreram o cargo de prefeito nesta eleição suplementar, sendo eles o ex-prefeito Roberto Cavalcanti (União B) e Francisco Soares, o Chico Bragança (MDB).



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE