Grupo de capoeira Kauande da EE João Vitorino Marques se apresenta em Noite Literária, nos 46 anos de Aral Moreira

| GOVMS / AVGOMES


Os estudantes protagonistas da unidade participam do projeto Capoeira do Programa Arte e Cultura na Escola, coordenado pelo professor Edimar Macre Tikinho - Mestre Japonês

A Escola Estadual João Vitorino Marques, que oferta ensino em tempo integral, através do Programa “Escola da Autoria', em Aral Moreira, está realizando com os estudantes protagonistas o projeto Capoeira, do Programa Arte e Cultura na Escola, coordenado pelo professor Edimar Macre Tikinho - Mestre Japonês.

Os estudantes protagonistas pertencentes ao projeto capoeira do Programa Arte e Cultura na Escola, intitulado Grupo de Capoeira Kauande, participaram da Noite Literária, em comemoração aos 46 anos de emancipação do município de Aral Moreira.

A capoeira talvez seja a expressão do que há de mais brasileiro em termos de atividade física, já que se trata de uma luta criada no Brasil por escravos de origem africana e por ser praticada em grupo e acompanhada de música constante que impõe ritmo aos movimentos, muitas pessoas a confundem com um jogo ou algum tipo de dança.

Capoeira

O termo capoeira significa “o mato que nasce depois do desmatamento', provavelmente porque era praticada entre esses matos, com os lutadores próximos ao chão, para não serem descobertos pelos seus senhores.

É preciso dizer que nessa época a capoeira era uma prática proibida, pois com os escravos treinando sua forma de defesa pessoal, poderiam trazer problemas para aqueles que se consideravam seus “donos'.

No entanto, ainda que proibida, a capoeira nunca deixou de ser praticada e ensinada. A prática da capoeira trabalha a coordenação motora, aprimora a flexibilidade, equilíbrio e destreza, alivia as tensões do dia a dia, proporciona criatividade e liberdade de movimentos.

“O projeto Capoeira proporciona conhecimento e novas habilidades esportivas e culturais. Além disso, a filosofia da capoeira disciplina e educa os estudantes, ensinando principalmente o respeito ao próximo', afirma o diretor Djalma Santos.

Arte e Cultura na Escola

O Programa Arte e Cultura na Escola, desenvolvido pelo Núcleo de Arte Cultura (NUAC), é constituído por atividades artístico-culturais oferecidas no contraturno das escolas da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul (REE/MS), como meio de desenvolvimento humano, para contribuir no processo educacional, promover a formação integral do educando e da comunidade escolar na valorização do ambiente de ensino-aprendizagem como um elemento de interação social, além de contribuir para a inserção social de crianças e adolescentes por meio da prática de Atividades Culturais.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE