Mato Grosso do Sul, Quinta-feira 21 de fevereiro de 2019

União/ABC amadurece filosofia e sonha em chegar mais longe

Portal Correio do Estado - Jones Mário - 15/01/2019 23h07


Time surpreendeu pela preparação no primeiro amistoso do ano, quando bateu o Operário - Luiz Alberto / Correio do Estado Time surpreendeu pela preparação no primeiro amistoso do ano, quando bateu o Operário - Luiz Alberto / Correio do Estado

O Campeonato Estadual começa no sábado (19) e um terço dos clubes participantes é de Campo Grande – Comercial, Operário, Novo e União/ABC. Até quinta-feira (17), o Correio do Estado publicará série de reportagens especiais sobre a preparação e a expectativa de cada um dos times da Capital para a competição.

O União/ABC chega a seu terceiro ano consecutivo na série A do Campeonato Estadual. Desde que conseguiu o acesso, o clube de Campo Grande não se intimidou em mandar a campo uma equipe bastante jovem, formada, na maioria, por jogadores que poderiam disputar torneios de base.

Em 2019, não será diferente. O grupo tem média de idade de 22 anos. "O ABC é o único que, dos 30 inscritos no campeonato, 15 terão idade para jogar o sub-19. Essa é a filosofia do ABC. Já vem dando certo e a gente aposta nisso", diz o presidente Fábio Manso.

O time avançou para as quartas de final do Sul-Mato-Grossense em 2017 e 2018. Terminou eliminado pelo Corumbaense e Sete de Dourados, respectivamente.

Manso aposta no amadurecimento dessa filosofia imposta pelo clube para conseguir chegar mais longe. Porém, ele acredita que o novo formato da competição demanda cautela.

"Tem meninos nessa equipe que jogaram nos últimos dois anos, já vêm com um pouquinho mais de experiência, de bagagem. Neste ano, é mais difícil, caem quatro equipes. A gente vai brigar para não cair. Mas, nos últimos dois anos, a gente entrou para não cair e conseguiu a classificação para as quartas. A gente espera, neste ano, chegar um pouquinho mais longe".

O responsável pelo desafio de conduzir o União/ABC é o técnico Paulo Mulle, fruto de acordo do clube com empresários de São Paulo. Os parceiros bancaram o nome do treinador e vão pagar os salários de alguns atletas.

Mulle surpreendeu pela imposição física e organização tática de seu time no primeiro teste no ano, ao vencer amistoso com o Operário por 1 a 0.

"É planejamento. Nós temos uma equipe jovem e montamos um trabalho que atendesse essa linha de idade. Estamos a 70%, 80% da capacidade. Aí você alinha essa condição física colocando um trabalho técnico para eles desenvolverem", revela o técnico.

O comandante pretende manter a ideia de jogo que caracterizou o União/ABC nos últimos dois anos. "Eu trabalho jogo a jogo. Lógico que a gente tem um padrão, que se encaixou muito com a filosofia do União/ABC. Uma equipe muito bem organizada, com posicionamento muito próximo, depois de ter uma transição rápida. Não com contra-ataque. Com posse de bola mesmo. E aproveitar a juventude, jogar com velocidade".

O União/ABC estreia no Estadual neste sábado (19), às 16h, nas Moreninhas, contra o Costa Rica.

 


Envie seu Comentário